A japonesa Kuniko Yonaha, que hoje todos conhecem pelo nome de Maria, tem duas irmãs e um irmão. Veio para o Brasil em 1963 com apenas 11 anos de idade. Estudou até a 2° série do antigo Ensino Primário. Teve que interromper os estudos para cuidar da irmã caçula enquanto os pais trabalhavam em uma barraca de empório. Infância sofrida, enfrentou inúmeras dificuldades.

Tinha 14 anos quando os pais mudaram de ramo e montaram uma barraca de pastel de feira. Sua rotina : voltava da feira, fazia os recheios dos pasteis e a massa até às oito da noite. Acordava de madrugada para montar os pasteis .Quando terminava,já estava na hora de ir de novo para feira.

Naquela época , não havia maquinário, freezer e muito menos infraestrutura que existe hoje. Aprendeu muito, montou sua própria barraca de pasteis e sempre acreditou no sucesso de seu negócio. Hoje, seus quitutes saboroso são encontrados em seis feiras livres espalhadas pela cidade e na bonita loja do bairro de Pinheiros. Seu famoso pastel de carne ganhou o concurso de melhor da cidade em 2009.

 

Mania na cidade

 

 

O pastel da Maria é crocante e sequinho. Leva alho, cebola, tomate, salsinha, azeite e gengibre. Tudo isso lhe dá um sabor especial e irresistível.Outro segredo é ? é frito na temperatura de 180° (graus) . Limpeza, higiene e atendimento caprichado também explicam o sucesso deste quitute que caiu no gosto dos paulistanos e virou mania na cidade.

  • Facebook Clean
  • Instagram Clean

© 2014 by Pastel da Maria.

graphic design By Henrique Eduardo